menu
arrow_forward

Quem pode pedir um empréstimo?

Novembro 26, 2019


Apesar de muito requisitado por milhares de brasileiros, financeiras e bancos possuem algumas regras bem claras sobre quem pode pedir um empréstimo. O empréstimo pessoal é o tipo de empréstimo que mais facilita na hora de se realizar a solicitação de crédito.



Você pode ser trabalhador autônomo, aposentado ou pensionista, mas deve ter idade entre 18 e 65 anos, morar no Brasil e não ter o nome sujo em serviços de proteção ao crédito, como Serasa ou Boa Vista SCPC, para ser um contratante. 

Caso você peça o empréstimo no banco, também é necessário ter uma conta corrente na instituição. Mas, se o empréstimo for realizado em uma financeira, você precisa apenas comprovar renda e apresentar os documentos obrigatórios. Nesse artigo, vamos mostrar um pouco mais sobre essas regras impostas para quem quer solicitar um empréstimo. 

Quais documentos devo apresentar para pedir meu empréstimo online? 

Para fazer um empréstimo online, é necessário, assim como na contratação presencial, apresentar os mesmos documentos. O que mudará é a exigência que cada banco ou instituição financeira apresentará ao contratante. 

Mas, basicamente, os documentos que devem ser apresentados são: RG, CPF, comprovante de residência e de renda. 

As opções apresentadas por diversas financeiras na internet, permitem com que o comprador tenha mais facilidade ao adquirir seu empréstimo, porém, para esse tipo de transação é necessário tomar um cuidado redobrado. 

A Proteste Associação de Consumidores, recomenda que o cuidado seja redobrado mesmo que a instituição informe com serviços bancários. Golpes online ocorrem cada vez mais. A associação também afirma que O correspondente bancário nunca irá pedir, por exemplo, pagamento adiantado para liberar o empréstimo. Se isso acontecer, certamente é fraude.

Quais taxas podem ser cobradas no empréstimo online?

As taxas cobradas no empréstimo online são calculadas através do CET (Custo Efetivo Total), que leva em conta não apenas os juros, mas também tarifas, tributos, seguros e despesas que o cliente deverá pagar para realizar o empréstimo

Não há um padrão propriamente dito, pois são o banco e a financeira, que escolherão as taxas cobradas. Mas entre as tarifas cobradas podemos citar: 

  • Tarifa de cadastro: Fica a encargo da instituição decidir se cobra ou não por essa taxa; 

  • Juros: Sempre é cobrado, pois se trata do valor que o banco recolhe pelo serviço de empréstimo; 

  • Seguro: É cobrado caso o cliente perca o emprego ou faleça; 

  • As taxas de juros geralmente são mais baixas nos bancos do que nas financeiras, pois o banco analisa seu histórico de acordo com sua conta corrente, conferindo se você costuma pagar suas contas devidamente. 

    Como a financeira não realiza essa análise e não sabe se você é ou não bom pagador, elas acabam por cobrar juros mais altos, dessa forma, ela se protege contra riscos de descumprimento do contrato por parte do comprador.

    Algumas financeiras também podem exigir uma garantia como um imóvel ou carro, pois assim há um risco menor de inadimplência. Dessa forma, elas podem diminuir as taxas de juros. Mas fique tranquilo! Não são todas as financeiras que exigem essa garantia. 

    Como comparar empréstimo pessoal online? 

    Você pode comparar o empréstimo pessoal online através dos próprios sites dos bancos e financeiras, sendo que alguns, como o banco Itaú, oferecem simuladores para você conferir os valores dos juros e das taxas que a instituição cobra de acordo com o valor que você precisa para seu empréstimo. 

    O mesmo acontece em outras instituições financeiras e fintechs, que são empresas que apresentam custos operacionais menores dos que os que geralmente são oferecidos no mercado. 

    Outra forma é através do site Serasa eCred, que é um comparador online de empréstimo e cartão de crédito, onde você poderá conferir ofertas de empréstimo online e verificar qual instituição mais se adequa às suas necessidades. 

    Você também pode utilizar outros comparadores de empréstimo como o Guia Bolso e Bom Pra Crédito. Existem várias opções disponíveis na internet, basta estudar e pesquisar sobre todas as possibilidades. 

    É importante que antes de contratar o empréstimo de qualquer banco ou instituição financeira, você faça uma boa pesquisa e confira se os serviços que a empresa em questão oferece são realmente bons. Até mesmo uma financeira famosa pode apresentar um déficit em seus serviços. 

    O site Reclame Aqui pode ajudar você nessa tomada de decisão, no site é possível verificar comentários de pessoas que já utilizaram os serviços da empresa que você está pensando em fazer o empréstimo online. Esses comentários também podem ser encontrados em páginas e grupos do Facebook, assim como em blogs que tratam de temas financeiros. 

    Eu consigo um crédito pessoal com nome negativado?

    Você consegue empréstimo mesmo se estiver com o nome sujo, no entanto, existem várias opções para a contratação de um crédito especificamente para essa situação. Vale lembrar que não são todas as modalidades, nem todas as financeiras ou bancos que aceitam com mais facilidade a contratação de um empréstimo mesmo que com o nome negativado, por exemplo o crédito consignado, em que as parcelas são subtraídas diretamente do seu salário, todo mês. 

    Mas, para conseguir o empréstimo, você deve provar para o banco ou a instituição financeira escolhida, que você conseguirá pagar o empréstimo mensal. Em todas as modalidades é imprescindível que o contratante comprove sua renda. 

    Para quem está com o nome negativado vale ressaltar que os juros acabam se tornando maiores. 

    Uma pesquisa feita pela Anefac (Associação Nacional dos Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade) constatou que os juros cobrados no empréstimo para pessoas com nome negativado são até 20% mais caros que os juros de empréstimo pessoal. 

    Sendo assim, recomenda-se que o seu planejamento financeiro seja bem avaliado. Separar gastos e dívidas mais importantes, também devem fazer parte desse processo de planejamento.  

    Também é possível negociar a dívida com o banco ou até mesmo diretamente com a empresa envolvida. O empréstimo para pessoas com nome negativado geralmente é concedido de dívidas, como endividamento com o cheque especial, isso porque o cheque especial, apresenta a taxa de juros mais cara do mercado brasileiro.

    Mas, se no seu caso, a dívida for com o cartão de crédito, você pode realizar o crédito rotativo, que de acordo com as novas regras impostas em 2017, o cliente pode pagar o saldo devedor após um período de 30 dias ou parcelar o valor com o banco através de um empréstimo que oferece taxas menores. 

    O professor de Economia da IBE Conveniada FGV, João Mantoan, nos informa que a nova regra foi estabelecida para proteger o consumidor, mas ainda sim, é uma opção cara e deve ser evitada.

    Veja Também

    Como comparar empréstimo pessoal online?

    Como fazer um Empréstimo Pessoal Online?

    Como posso conseguir um empréstimo pessoal?