menu
arrow_forward

Saiba qual é o melhor momento para fazer um seguro auto

Dezembro 09, 2019


Já deve ter passado na cabeça de todo mundo que compra um carro, se vale ou não a pena fazer um seguro. Isso porque, a maioria das pessoas veem o seguro como um dinheiro jogado fora.



Contudo, essa visão pode estar errada, pois, o seguro auto deve ser encarado como uma parte do seu orçamento financeiro que foi feita para você não utilizar, já que se trata de um sinistro, no caso dos automóveis, podendo ser um furto, uma batida, um acidente. A questão é, são coisas que ninguém quer que aconteça.

Assim, o seguro auto existe, justamente, para dar tranquilidade as pessoas diante de acontecimentos inesperados, coisas que não se pode controlar, mas que causam transtornos bem grandes. Logo, o seguro vai te ajudar a atravessar esse momento complicado de maneira rápida e eficiente.

Porém, o valor do seguro automobilístico pode variar bastante, pois, as empresas que oferecem esse tipo de serviço levam em consideração várias variáveis estatísticas na hora de precificar o serviço.

Ele pode vir a ficar mais caro, mais barato, tudo vai depender das escolhas que você faz na cotação do seu seguro. Logo, não existe um momento certo para fazer um seguro auto, mas sim, necessidades que você tem no momento.

A primeira coisa que você deve prestar muita atenção, na hora de fazer o seu seguro, é o valor da franquia, isso porque, com uma franquia alta, o valor da mensalidade do seguro tende a cair, porque em casos de acidente, por exemplo, se a sua franquia for muito alta, na maioria das vezes, você vai ter que pagar pelo conserto, pois, o valor do serviço não atingiu o valor de franquia do seu seguro.

Então é importante se atentar, é recomendado optar por uma franquia um pouco mais baixa, mesmo pagando mais mensalmente, porque quando acontecer algum sinistro, você não terá gastos com isso.

O segundo ponto que você deve considerar, são as coberturas, as seguradoras, muitas vezes, oferecem pacotes super completos, com muitas coisas que você não precisa, com inúmeros serviços que podem vir a ser desnecessários, portanto a dica é: aceite, somente, as coberturas que você pode vir a usar.

Vamos dar um exemplo: carro reserva. É uma cobertura opcional, que pode ser, completamente, desnecessária para algumas pessoas. Você deve-se sempre perguntar, se realmente, precisa daquela cobertura, antes de aceita-la, isso pode abaixar, em muito, o valor do seu seguro auto.

Outro fator que pode influenciar no valor do seu seguro é o serviço de rastreamento, que é muito eficaz em casos de roubos e furtos. Esse fato, faz com que algumas seguradoras deem, até mesmo, descontos para os seus clientes em pacotes que incluem os rastreadores.

Contudo, outras variáveis também precificam o custo do seguro auto, as mais comuns são: modelo do carro, alguns são mais propícios a roubos, ou apresentam grandes números de acidentes, o gênero do motorista também conta, homens, normalmente, pagam mais caro, pois, sofrem mais acidentes, a idade também é levada em consideração, estado cível também conta, isso porque ele reflete o estilo de vida daquela pessoa, até mesmo, o número de filhos entra nessa conta, segundo dados estatísticos, pessoas que dirigem com crianças no carro, tomam muito mais cuidado e precauções do que quando estão sozinhas.

Muitos outros pontos podem ser considerados pelas seguradoras, isso pode variar de uma para outra, contudo, vale sempre a pena fazer a cotação do serviço em várias seguradoras diferentes, para que assim você veja a diferença de preço entre elas e consiga fechar o melhor negócio possível.