menu
arrow_forward

O que cobre um seguro automóvel?

Dezembro 04, 2019


É importante que, antes de assinar qualquer contrato, você esteja atento ao que o seguro automóvel cobre e o que não cobre. Por isso, pensando em te ajudar, montamos esse artigo com as melhores dicas para que você não erre na hora de contratar um bom seguro automóvel



Quando se está prestes a comprar um novo veículo deve-se considerar alguns pontos importantes para manter a segurança do mesmo como, por exemplo, fazer um seguro automóvel. O seguro automóvel nada mais é do que um contrato em que se paga um valor determinado a seguradora e a mesma se encarrega de assegurar seu veículo caso algum incidente ocorra.

O que cobre um seguro automóvel?

De maneira geral é possível encontrar dois tipos de seguro automóvel no mercado. O primeiro se consiste naquele em que cobre o valor total dos danos do veículo e o segundo aquele que cobre de forma parcial o prejuízo.

Cada seguradora costuma ter suas regras, algumas cobrindo coisas extras, outras apenas o essencial. Porém, fazendo uma breve pesquisa podemos concluir que a maior parte das seguradoras tem pacotes de seguro automóvel que cobrem:

  • Contra roubo e incêndio: Neste caso a seguradora indenizará o proprietário do automóvel. O valor pode ser total ou em porcentagem da perda. É um tipo de cobertura bem em conta, mas em caso de colisão você ficará na mão;

  • Colisão, perda total ou parcial: Neste caso, além de cobrir contra roubo e incêndio a seguradora ainda estará a postos em caso de colisão com perda total (onde os danos ultrapassam 75%) e perda parcial (onde os danos são menores que 75%);

  • Danos a terceiros:  Nesse tipo de pacote a seguradora também irá cobrir danos causados a terceiros em caso de acidentes. Esses danos podem ser materiais, físicos ou morais;

  • Proteção ao passageiro: Aqui a seguradora irá proteger todos aqueles que são transportados no veículo. Este costuma cobrar tanto em acidentes com poucas escoriações quanto em caso de morte.

O que o seguro não cobre?

Existe alguns itens em que o seguro automóvel não costuma cobrir caso algum dano, ou até mesmo furto, aconteça. Em grande parte das vezes a inclusão desses itens pode ser feita em sua apólice, porém um valor adicional se é cobrado, tornando não viável a inclusão. Para que seja de seu conhecimento o que o seguro automóvel costuma não cobrir preparamos uma pequena lista, confira.

  • Acessórios do carro: A maior parte das empresas de seguro automóvel não cobrem os acessórios que estão incluídos no carro. Estes incluem DVD, aparelho de rádio, rodas esportivas, dentre outros;

  • Expor o automóvel a riscos desnecessários: Mesmo que na apólice contratada exista a cobertura contra acidentes e contratempos naturais, quando o proprietário expõe seu carro a estes riscos de maneira desnecessária a seguradora tem como opção não cobrir os danos;

  • Danos por causas não previstas: Seja por causas ambientais ou que envolvam vandalismo e tumultos, as seguradoras não costumam cobrir esses incidentes. Por isso, é sempre bom se evitar e proteger seu carro;

  • Incidentes ocorridos em território internacional: Grande parte dos seguros cobrem apenas incidentes dentro de território nacional. Sendo assim, todo cuidado é pouco ao sair do Brasil com seu veículo;

  • Mau uso do carro: Seja por competições esportivas, dirigir embriagado ou estar sem a devida habilitação, qualquer incidente não será levado em consideração pela seguradora;

  • Serviços adicionais: Normalmente o guincho e assistência quando algum problema com o carro acontece são de responsabilidade da seguradora. Porém, serviços adicionais, tais como veículo extra, hospedagem e troca de pneus não estão inclusas.

Quando o seguro não cobre?

Como você pode ver anteriormente existem diversas coisas e motivos que levam o seguro automóvel a não cobrir os danos. É importante se entender que quando o mal ao veículo é causado tendo a consciência do perigo nenhum dano será coberto.

Praticar corridas, se sujeitar a tumultos e brigas, dirigir embriagado, dentre outros são alguns motivos que levam a não cobertura pelo seguro. Ficar atento e evitar qualquer transtorno é essencial para que você mantenha seu seguro automóvel em dia e seu carro em perfeitas condições.

Qual a melhor seguradora de veículos?

Quando o assunto é a melhor seguradora de veículos podemos logo listar a SulAmérica Seguros. A empresa, que está presente no mercado desde 1895, é uma grande referência como seguradora e possui mais de 7 milhões de clientes. O que torna a empresa um diferencial do ramo é a sua grande variedade em relação a serviços e planos.

Todos os planos disponíveis visam atender as necessidades que cada um procura como, por exemplo, o Seguro Auto Compacto e o Seguro Auto Mulher que são destinados a um público específico. Cada um com sua vantagem pretendendo atender a todos que procuram por um seguro automóvel da melhor maneira.

Além desse diferencial você ainda pode contar, ao contratar a SulAmérica Seguros, com benefícios e descontos ao realizar compras nos mais variados serviços. Com esta empresa você poderá contar com proteção e muito mais segurança, afinal essa é a maior seguradora nacional.

O que é danos materiais no seguro automóvel?

Muitas pessoas ouvem falar sobre a cobertura de danos materiais, mas não entendem perfeitamente sobre ela. Esta também é conhecida como Responsabilidade Civil e se consiste em reembolsar uma determinada quantia a todas aquelas pessoas que sofreram algum dano por meio de um acidente que o segurado estava envolvido. Esse dano pode ser material ou pessoal, ambos são considerados da mesma forma.

É importante se estar ciente que o valor do reembolso dependerá da quantia acertada com a seguradora na assinatura do contrato. Caso o valor seja ultrapassado será de responsabilidade do segurado cobrir o restante. Este ainda cobre em casos de reclamações em juízo oferecendo indenizações judiciais e extrajudiciais.

O que é preciso fazer para acionar o seguro  automóvel?

Se aconteceu um acidente, furto ou incêndio com seu veículo, é hora de acionar o seu seguro automóvel. Para que você dê entrada no sinistro será necessário que alguns documentos sejam apresentados.

Primeiramente você deverá registrar junto a polícia um boletim de ocorrência. Esse será um dos documentos essenciais, juntamente com seus documentos pessoais e documentos do automóvel. Depois que todos esses forem apresentados, a seguradora irá averiguar e terá o prazo de até 30 dias para disponibilizar a indenização.

É importante ressaltar que você deve sempre falar a verdade em relação a situação do caso e como o fato ocorreu. Tudo é pesquisado pela seguradora e não queremos que ocorra divergências, não é mesmo?

Enfim, esperamos que todas as informações tenham sido claras e todas as suas dúvidas sobre seguro automóvel tenham sido sanadas por meio deste artigo. É claro, em caso de alguma pergunta extra, você poderá deixar o seu comentário que responderemos com todo prazer. Além disso, não esqueça de compartilhar este artigo com aquele amigo no qual você acredita que possa precisar ter conhecimento de tais informações.