Test 1 Tópicos Populares do Cote Compare

7 perguntas para se fazer na hora da cotação do seguro auto

Veja perguntas que você não pode deixar de fazer ao cotar seguro auto. Ao comprar um automóvel uma das primeiras preocupações é fazer um seguro, ele auxilia, principalmente financeiramente, caso se envolva em acidente, colisão ou furto do seu veículo.



Os custos para arrumar o carro, seu ou de terceiros, podem ser altíssimos e ninguém quer ter uma surpresa desagradável dessa. Mas como saber que está contratando a melhor seguradora? O primeiro passo é levantar as principais empresas e cotar seguro auto em cada uma, já que os valores mudam muito de uma para outra. Com as propostas em mãos ainda é preciso saber outras informações que são cruciais para escolher e entender o que está incluso no seu plano.

Veja sete perguntas que você precisa fazer na hora de cotar seguro auto e depois escolher a melhor seguradora.

 

1.   Qual o valor da franquia?

A franquia é o valor mínimo que a seguradora cobra para arrumar o carro, isso quer dizer que quando precisar arrumar o seu veículo, o motorista terá que desembolsar esse valor para que seja feito o conserto. É importante ver se este valor está dentro do esperado quando for preciso usar o seguro.

 

2.   A franquia é normal ou reduzida?

A diferença é no valor que o motorista deseja pagar, na franquia reduzida, o valor para acionar a seguradora é menor, mas o valor do seguro é maior, já a franquia normal o valor pago pelo seguro é mais baixo, mas ao acionar a seguradora, o motorista desembolsa um valor mais alto. Uma dica ao cotar seguro auto é comparar os valores entre seguradoras com a mesma proposta.

 

3.   Qual o tipo de indenização para perda total ou roubo?

Esse valor varia muito de uma empresa para outra, algumas usam o valor do veículo na tabela Fipe, outros tem um seguem um preço pré-estipulado em contrato, geralmente o pagamento é feito a partir do valor do carro naquele momento, mas antes verifique qual a proposta utilizada pela seguradora que você deseja contratar.

 

4.   O seguro cobre incêndios, enchentes e desastres naturais?

Muitas seguradoras veem esses casos como adicionais, caso deseje ter a cobertura deve-se informar ao corretor para acrescentar no seu contrato.

 

5.   Cobre danos a terceiros?

Muitas seguradoras cobrem este serviço, mas é um item adicional, este serviço inclui o conserto de danos causados em outros veículos no caso de uma colisão, por exemplo. Este serviço deve ser acrescentado ao seu plano, se o motorista transita com muita frequência em trânsitos e avenidas movimentadas.

 

6.   Quais serviços o seguro não cobre?

Antes de fechar, verifique o item ‘exclusão’ do contrato e converse com o seu corretor todos os itens que não estão inclusos, ao comparar com outras seguradoras este pode ser um fator diferencial para a escolha.

 

7.   A seguradora instala o rastreador?

A maioria das seguradoras instala sem cobrar valor adicional, se a empresa que você está cotando oferece este serviço é importante instalar, já que como o rastreador auxilia a localização do veículo em caso de furto, o seguro acaba sendo um pouco mais barato, mas lembre-se de retirar o rastreador quando trocar o veículo.

 

 Sempre busque se informar e comparar as seguradoras, ao cotar seguro auto quanto mais informações e valores o motorista tiver melhor.

Veja Também

➜ 3 Vantagens de contratar Seguro Automóvel

➜ 4 Coberturas de seguro auto vantajosas e pouco conhecidas

➜ 5 Dicas para economizar no seguro do carro