menu
arrow_forward

Quem é de menor pode fazer cartão de crédito?

Novembro 26, 2019


Muita gente não se dá conta, mas as crianças, jovens e adolescentes são grandes responsáveis pela movimentação econômica. Apesar da pouca idade, são consumidores em potencial e boa parte do orçamento familiar é destinado para gastos diretos com eles. Por esse motivo, o cartão de crédito pode ser uma ótima opção para uma organização financeira familiar.



Uma pesquisa realizada pelo britânico The Future Laboratory em 2011 revelou que os jovens e adolescentes movimentaram U$$ 208, 7 bilhões. A pesquisa tem a finalidade de observar as tendências de consumo de pessoas de 08 a 18 anos. 
Se em 2011 os números já eram tão extensos, imagina em nosso contexto atual, onde as práticas de consumo aumentaram muito ao longo dos anos.
O cartão de crédito é um item muito desejado pela garotada, pois permite com que o consumidor compre mais, sem que haja a necessidade de se ter dinheiro no bolso. 
No entanto, muita gente acredita que não é possível uma pessoa menor de idade fazer um cartão, será que isso é verdade? Nesse artigo, vamos falar um pouco mais sobre algumas vantagens e desvantagens que o cartão de crédito pode oferecer. 

Qual a idade mínima para se ter um cartão de crédito?

 O cartão de crédito pode aumentar o poder de aquisição dos adolescentes, pois oferece muitas vantagens e benefícios. Uma das vantagens mais cobiçadas é o parcelamento das compras. Atualmente, é possível parcelar uma compra em até 24 vezes, dependendo do cartão de crédito escolhido, esse parcelamento pode até ser maior. 

Todavia, a maioria das instituições exige que o titular do cartão tenha mais de 18 anos, ainda assim, é possível ter um cartão de crédito sendo menor de idade, veja a seguir. 

Como ter um cartão de crédito com menos de 18 anos?

 As empresas não costumam fazer cartão para jovens com menos de 18 anos, pois nessa idade, ainda não é possível colocar o nome do consumidor no cadastro de inadimplentes, isso não daria nenhuma segurança para empresa, caso o titular não pagasse as compras realizadas com o cartão de crédito.

Entretanto, se você possui menos de 18 anos, pode ficar tranquilo, pois é possível ter o seu próprio cartão de crédito.

A forma mais simples para adquirir um cartão, sendo menor de idade é com um cartão adicional. Nessa modalidade, uma pessoa maior de idade faz o cartão e pode adicionar até duas pessoas, podendo ser o pai, mãe, filho, e, sem que seja necessário ter idade mínima de 18 anos, pois dessa forma, quem responde pelo pagamento do cartão é o titular. 

O diferencial desse cartão é que o limite de crédito é compartilhado entre o titular, e o adicional, algumas empresas permitem com que o titular veja e controle tudo o que é comprado no cartão adicional, você pode até mesmo solicitar um SMS cada vez que o cartão for utilizado. 

A seguir, veja outras formas de se ter um cartão de crédito mesmo sendo menor de idade.

Como um menor pode ter um cartão de crédito?

 Se uma pessoa menor de idade é emancipada, ela pode ter um cartão de crédito, pois após esse processo o adolescente já responde por si. Para ser emancipado, é preciso ter 16 anos completos e ter a autorização dos pais para essa emancipação.

A pessoa emancipada é totalmente livre e independente, quem responde por suas ações é ela mesma, e não os seus pais ou responsáveis, como é de costume quando se tem menos de 18 anos.

Vale ressaltar, que não basta apenas ser emancipado, é preciso que a instituição financeira também aprove o crédito para o jovem.

Outra forma de se ter um cartão é com o cartão pré-pago, porém, apesar de ser usado na função crédito, você só pode utilizar se tiver dinheiro na conta.

Essa opção é ótima para os jovens, pois vai ensiná-lo a usar o cartão corretamente, administrar seus gastos e dispensa a necessidade de sair com dinheiro no bolso. Também ajuda na pontuação do score, isso vai ser de grande importância no futuro, quando ele for solicitar seu próprio cartão de crédito.

 O Banco do Brasil possui um programa chamado BB Conta Jovem, nele, é possível uma pessoa menor de idade ter um cartão.

Essa modalidade é para adolescentes e jovens que ainda não entraram na faculdade, e tem entre 12 e 21 anos incompletos. Além do cartão é possível ter cheque também.

Para solicitar, você precisa ir até uma agência do BB, com os seguintes documentos:
1.RG;
2.CPF;
3.Comprovante de endereço atualizado; Se for menor de 18, deve apresentar os documentos dos responsáveis.

Se você tiver entre 16 e 18 anos pode assinar o contrato, mas na presença dos responsáveis, se tratando de jovens com menos de 16 anos, os pais são obrigados a assinar. 

Outro meio de se ter um cartão de crédito, sendo menor de idade, é quando o adolescente consegue comprovar renda. Já não é de hoje que os jovens estão iniciando sua vida profissional muito cedo, dessa forma, quando o adolescente consegue apresentar ao banco a sua renda mensal, o cartão e o crédito são liderados de acordo com o valor informado. 

O que é necessário para fazer um cartão de crédito?

 Para fazer um cartão em um banco você precisa ir até uma agência bancária para realizar uma análise de crédito, para isso, leve os seguintes documentos:

  • RG;

  • CPF;

  • Comprovante de endereço atualizado;

  • Comprovante de renda;

  • Comprovante de emancipação (Se tiver menos de 18 anos).

  • É necessário não ter restrição no nome, e mesmo assim, o jovem só vai conseguir fazer o cartão de crédito se a análise de crédito for liberada.

    Se isso não acontecer na primeira vez, não se preocupe, continue mantendo um bom relacionamento com o setor financeiro, pagando suas contas em dia, coloque despesas importantes em seu nome, como conta de água, luz e pague suas compras com o cartão pré-pago.

    Dessa forma, fica muito mais fácil identificar o seu histórico de comprador e saber se você é um bom pagador. 

    Tudo isso irá influenciar para o aumento do seu score, e facilitará no processo de solicitação de um cartão de crédito. 

    Especialista em finanças pessoais Maurício Galhardo afirma: “Se o cartão for dado como mesada, pode ser uma forma de treinar a criança para as finanças. Caso contrário, pode ser perigoso”.

    Galhardo ainda diz que as crianças e os jovens tendem a se familiarizar, cada vez mais, com o cartão de crédito “Já que o item é quase inevitável, o cartão de débito é uma opção mais segura, uma vez que os filhos só vão gastar o que os pais colocarem em sua conta”.

     

    Veja Também

    5 Taxas que o banco pode cobrar pelo uso do cartão de crédito

    7 Dicas para usar o cartão de crédito com responsabilidade

    Cartão de crédito clonado: O que fazer e como evitar?