menu
arrow_forward

Qual é o cartão de crédito com limite alto?

Novembro 22, 2019


O limite do cartão de crédito é bem relativo, não existe um cartão que seja exclusivamente para ter um limite alto, mas você pode fazer algumas coisas que podem aumentar o limite do cartão de crédito.



Geralmente quando falamos de limite de cartões, sempre queremos os limites mais altos para que possamos comprar diversas coisas. Mas é bom você ficar ciente que, com limites de cartões de crédito altos, vem diversas responsabilidades. 

Antes de tudo é bom que você entenda como funciona o limite do seu cartão antes de pensar em um aumento de limite. Para entender melhor, vamos supor que seu cartão de crédito tem um limite de 1.000 reais. 

Você fez uma compra no valor de 100 reais, o cartão fica com 900 reais de limite para que você possa usar como bem entender. Isso se tratando de compras a vista. Quando falamos de compra parceladas, altera também no limite total do seu cartão

As compras parceladas funcionam da seguinte forma, você faz compra em 5 vezes no cartão de crédito, conforme as parcelas vão sendo pagas, o valor do seu limite vai voltando. Você não pode achar que mesmo de forma parcelada, no próximo mês o seu limite vai estar cheio novamente.

O que é o limite de cartão de crédito?

O limite do cartão de crédito é o valor que você pode gastar no cartão de crédito, que é fornecido pelo banco. Esse valor é quando o banco entende que de acordo com o seu consumo, você pode ter direito ao crédito para gastar como bem entender.

Não é porque você tem um bom limite de cartão de crédito que você tem a necessidade de estourar esse limite. Caso você não honre com os pagamentos, o banco pode entender que você não é um bom pagador, fazendo com que você não tenha um aumento de limite.

Alguns cartões também contam um limite para saque. Esse limite significa que você pode sacar alguns valores em dinheiro do seu limite de cartão de crédito. Esse valor pode ser uma parte do seu limite ou até mesmo o limite total.

Mesmo que esse saque seja algo prático para os momentos de aperto, é sempre importante que você tome cuidado com esse tipo de programa. De fato, esse serviço ele pode ser considerado mais do que um empréstimo, já que ele cobra os juros iguais ou até maiores do que um.

O que fazer para aumentar o limite do cartão de crédito?

As pessoas sempre ficam em buscas de meio de aumentar o limite de seu cartão de crédito. Em muitos casos o limite realmente é baixo, em outros pode acabar sendo um erro o aumento repentino do limite. Isso pode acabar prejudicando a sua vida financeira.

Selecionamos algumas dicas que podem ser úteis para quem quer quer aumentar o limite do seu cartão de crédito:

Mantenha os comprovantes de renda sempre atualizados

Atualizar os seus comprovantes de renda é uma forma de você fazer com que o limite do seu cartão de crédito aumente. Por algum motivo você trocou de emprego e o seu salário foi alterado, informe esse detalhe para o seu banco, para que ele possa alterar no seu cadastro.

Esse pequeno detalhe pode fazer com o que o seu limite aumente, já que agora você está ganhando um pouco mais. Portanto, não deixe de atualizar sempre que possível o seu comprovante de renda.

Pagar as faturas sempre em dia

O pagamento em dia da fatura do cartão de crédito pode ser útil de diversas maneiras. Até mesmo para que o limite de seu cartão de crédito suba gradativamente. 

O pagamento na data ou até mesmo antes da data da de vencimento, quer dizer que você honra com todos os seus compromissos e isso faz com que as empresas concedam mais limites. Isso serve como forma de prêmio pelo bom pagador que você se tornou.

De fato, esse é um bom caminho para que o limite aumente de forma significativa. Caso você não faça os pagamentos corretos e acabe deixando faturas atrasadas, pode ser considerado um mau pagador e dificilmente o banco vai aumentar o limite do seu cartão.

Uso do cartão de crédito com responsabilidade em diversas compras

Esse fator é importante para que o banco entenda que você precisa de um limite alto e precisa de um bom cartão de crédito.

Esse uso consciente também mostra para o banco ou financeira do cartão, que você sabe usar e mesmo com um limite alto, não vai extrapolar ou ultrapassar o limite.

Quanto mais vezes você usa o cartão de crédito de forma consciente, mais são as chances desse limite aumentar. O banco costuma perceber quando eles têm um cliente considerado bom pagador.

Como é feito o cálculo de limite do cartão de crédito?

Alguns fatores são levados em consideração para que o  limite do seu cartão de crédito seja o valor concedido e utilizado. 

No Brasil a mais de 83 milhões de cartões de créditos ativos, segundo uma pesquisa do banco central. A maioria desses pagamentos são feitos em uma parcela e em seguida na lista vem os parcelamentos de 2 ou 3 vezes. 

Mas já passou pela sua cabeça, como é feita a conta e o que eles levam como fator principal para liberar o seu limite? Para chegar nesses valores, ele vê a sua renda mensal, capacidade de pagamento e comprometimento de renda. 

Em resumo, o banco compara o que entra na sua conta mensalmente e o que sai para definir o seu limite. De fato, esse é o valor que o banco está disposto para liberar para você sem se comprometer tanto.

Qual o limite inicial do Credicard zero?

De fato, com a chegada de empresas como a Nubank e Digio, fizeram com que as empresas mais antigas de concessão de crédito no mercado, agissem de forma mais precavidas em relação a isso. O seu uso começa a ficar precário, quando empresas oferecem o livramento de todas as taxas.

O Credicard zero foi criado pensando justamente nisso, um cartão de crédito que é livre de taxas. Esse cartão é considerado como um dos melhores cartões da atualidade, trazendo a união dos bancos Itaú e Unibanco para a era digital.

O seu limite inicial pode ser de até R$ 1.000,00 sem a comprovação de renda, isso que vem chamando bastante atenção e despertando interesse em diversas pessoas. Você pode fazer toda a gestão desse cartão direto com o aplicativo, fazendo com que tudo que você precise esteja em suas mãos. Assim como nos bancos fintechs.