menu
arrow_forward

Consulta CPF: Como Saber Quem Consultou Meu CPF?

Dezembro 05, 2019


O desejo de mais da metade dos brasileiros hoje é como consultar CPF e quem foi que consultou seu CPF.  Até mesmo porque ninguém gosta de realizar uma compra seja ela de um produto ou serviço passar por aquela situação constrangedora de não poder finalizar porque o CPF está com restrição.



Em momentos de crise econômica muitas empresas adotam os serviços do Serasa para verificar a situação dos clientes, com o intuito de reduzir seus prejuízos no negócio.

Como saber quem consultou seu CPF?

Hoje em dia é possível fazer consultas em tempo real, bem como receber alerta via SMS e e-mail. Com o Serasa Antifraude, você fica sabendo exatamente quem consultou seu CPF, bacana não?! Com esse serviço também é possível saber em quais estabelecimentos foram feitas compras em seu nome, caso seus documentos sejam roubados.

Dados do Serasa Consumidor apontam que a cada 17 segundos uma tentativa de fraude acontece no Brasil. Os dados também revelam que 35% das fraudes no país correspondem a compra de celulares com documentos falsos e que duas empresas são abertas diariamente em São Paulo com documentos roubados ou extraviados.

Isso demonstra outra parte importante de ter o controle dos seus dados.

Serviços que o Serasa Antifraude fornece

 Ao contrário do que todos pensam, o Serasa não é um órgão do governo, e sim uma empresa privada sendo considerada hoje maior referência de análise e informações para empresas, principalmente para aquelas que trabalham com análise de crédito.

A Serasa é atualmente uma empresa que detém dados de praticamente todos os brasileiros e obtém dados extremamente importantes como por exemplo:

A cada um minuto, 4 tentativas de fraudes com CPF são realizadas. E a maneira de evitar este problema é ter a certeza de que nenhum estelionatário está tentando usar seu nome e seu CPF.

Mas como saber se estão usando seu nome? Quem está consultando meu CPF?

Fique sempre atento na hora de passar informações importantes como seu CPF e sempre que possível consulte sobre ele.

Casos em que se não deve passar o número do seu CPF