Obrigado!
Avisaremos por e-mail sobre novas oportunidades.
sentiment_very_dissatisfied Campo obrigatório
sentiment_very_dissatisfied Campo obrigatório
sentiment_very_dissatisfied Campo obrigatório
Aceito receber SMS e EMAIL do CoteCompare.

Por que ter um seguro automotivo?

Ainda que você seja um ótimo motorista, e sabemos que é, o seguro auto é item mais do que obrigatório. Ao contratar um seguro automotivo, você não apenas protege seu veículo contra furtos e roubos, como também fica protegido contra demais situações de risco: batidas e colisões contra terceiros, acidentes, fenômenos naturais, entre outros imprevistos que acontecem quando menos esperamos.

Já pensou, por exemplo, bater em um carro de luxo? Nem pense em arriscar! Analise os modelos que oferecem o plano mais vantajoso para o seu bolso. Você pode contar com as mais variadas coberturas, incluindo assistência 24 horas, carro extra, serviço de carona, descontos em estabelecimentos e muito mais! Tudo vai depender de suas escolhas e necessidades. Por isso, ao invés de contar com a sorte, ou com as leis do universo, faça logo um seguro auto!

 

Seguro de carro: Veja a diferença entre franquia reduzida e normal

Ter um seguro de carro hoje em dia é fundamental para estar prevenido em casos de eventuais incidentes, sejam eles em caso de danos, danos a terceiros, perda total, incêndio entre outros. E mais do que uma precaução, é um cuidado a mais com o seu bolso, uma vez que dependendo do tipo de franquia adequado ao seu perfil, você consegue economizar ainda mais ao escolher o seguro para o seu carro. São dois tipos de franquias: franquia reduzida e franquia normal. Vamos entender cada um deles e te ajudar a identificar a melhor opção para você.

Ao fazer uma cotação de seguro de carro, nos deparamos com duas opções de franquia e, muitas vezes, acabamos nem comparando todos os pontos para decidir, e já vamos optando pela normal, que é mais comumente utilizada. No entanto, em alguns casos, é possível optar pela franquia reduzida, continuar protegido e ainda economizar mais com seguro de carro.

 

Mas afinal, o que é franquia no Seguro de Carro?

Antes de entrarmos a fundo neste assunto, precisamos saber o que é franquia e o que é sinistro no seguro de carro. Isso porque são dois termos que você lerá bastante em contratos, e para contratar o seguro de carro certo, você precisa entender cada informação.

Sinistro é o tipo de ocorrência que o carro sofre, é o acidente em si: uma batida, pegou fogo, foi roubado? Essa ocorrência não pode ser premeditada. Isso categoriza crime e não há cobertura pela Seguradora.

 

Veja também: 6 Perguntas para fazer na cotação do seguro auto

Já a franquia é o valor estipulado pela seguradora que você terá de arcar para arrumar o veículo, caso não haja perda total ou ele tenha sido encontrado em caso de roubo.

Ou seja. Você contratou um seguro de carro e seu carro foi roubado. Se ele não for encontrado, a seguradora terá que te indenizar com o valor total do carro mediante Tabela Fipe. Mas caso ele seja encontrado e tenha suas partes quebradas, há algo a analisar. Qual custo para arrumar? Se for superior à sua franquia, você arca com a franquia e a seguradora cobre o resto. Se for menor que o valor da sua franquia, você arca com o valor sozinho. Se o carro não for encontrado, você não paga a franquia.

Ao contratar um seguro de carro, temos duas opções de franquias para escolher: a franquia normal e a franquia reduzida. O que interfere diretamente é o valor que você irá ter de pagar, e não a cobertura.

Franquia Normal: O custo total do seguro acaba saindo mais barato. Mas caso aconteça algum incidente e você tenha que arcar com o custo da franquia, ele será maior do que seria caso tivesse selecionado a franquia reduzida.

Franquia Reduzida: O custo total do seguro é mais alto, no entanto, em caso de necessidade de arcar com a franquia, o valor será menor do que seria caso optasse pela franquia normal.

Ficou claro? Quando mais caro o custo total do seguro, menor o custo da franquia. Quando mais em conta o valor total do seguro de carro, mais caro a franquia.

E isso tem uma explicação.

Porque há diferença nos custos em Franquia Normal e Franquia Reduzida no Seguro de Carro? Há alguns perfis de pessoas que correm mais risco de sofrerem acidentes do que outras. Tomemos como base uma mulher de 29 anos que usa o carro somente para passeio, de segunda a sexta e guarda o carro na garagem de casa. Agora vamos comparar com um jovem de 19 anos, que acabou de tirar a casa, que usa o carro para ir para faculdade, trabalhar, viajar e não possui garagem.

Os dois exemplos acima representam diferentes perfis e cada um representa um nível de risco para a seguradora. Dessa forma, há opções diferentes também para a franquia.

No exemplo do jovem que acabou de tirar a carta, é recomendado que ele opte pelo seguro de carro com franquia reduzida, uma vez que ele corre mais risco de colisão, roubo e demais sinistros. Assim, financeiramente, é mais vantagem para ele, pois ele terá de arcar mais vezes com a franquia.

Já no primeiro exemplo, que é geralmente a opção da maioria dos brasileiros, o adequado seria optar pela franquia normal, uma vez que o risco de sofrer incidentes é menor.

Aproveite e encontre já a melhor opção de Seguro de Carro para você.

 

Danos que o seguro auto não cobre. Você sabe quais são?

Quando compramos um carro novo, uma das nossas preocupações e ações iniciais é justamente fazer o seguro auto, a fim de nos prevenirmos e protegermos o nosso adorado veículo. Pesquisamos as seguradoras existentes, as coberturas disponíveis, os valores e selecionamos aqueles que possuem as propostas mais interessantes. Mas há uma série de danos que o seguro auto não cobre.

O mais recomendado é que antes de efetivamente levar o carro consigo da concessionária, você contrate o seguro para o seu veículo. As opções de cobertura são bastante variadas. Selecionar a apólice certa, aquela que cabe no seu bolso e engloba as suas necessidades, é imprescindível que você tenha a plena ciência dos serviços que estão sendo contratados, que são cobertos pelo seguro e quais são os danos que o seguro auto não cobre.

Nesse artigo mostraremos a você quais são os danos e como proceder nesses casos.

 

Os danos que o seguro auto cobre 

Boa parte dos proprietários de veículos, quando adquirem um seguro auto, fazem a contratação conhecida como compreensiva ou ainda a contratação total. Em outras palavras, essa modalidade de seguro cobre coisas como incêndio, roubo e colisão.

Entretanto, caso o motorista assim o deseje, ele pode solicitar uma outra opção, que é aquela que contém apenas roubo e incêndio. Muitos proprietários de automóvel fazem essa escolha, pois, apesar do seguro que abrange a colisão ser mais completo e portanto mais capaz de proteger o veículo com qualidade, o seu valor sai bem mais caro, por causa das peças de reposição em caso de acidente.

É altamente recomendado que o dono do veículo não deixe se fazer o seguro de responsabilidade civil facultativa, que cobre, por sua vez, quaisquer danos ocasionados a terceiras pessoas. Ela é útil quando o agente causador do acidente é a própria pessoa.

 

Os danos que o seguro auto não cobre

O seguro auto efetua a proteção somente da “carcaça”, ou seja, da estrutura geral que engloba o chassi, o motor, a caixa e a carroceria. No que toca aos itens acessórios, como:

* Aparelho de som;

* Aparelho de DVD;

* Rodas esportivas;

* Kit de gás natural;

* Blindagem;

Esses e mais alguns outros itens se constituem em danos que o seguro não cobre. Caso você assim o deseje, pode adquirir coberturas especiais para esses elementos citados. Obviamente isso vai aumentar significativamente o valor do seguro.

Além disso, os seguros auto somente cobrem os acidentes ocasionados pelos seres humanos ou mesmo pela natureza, em condições normais. Pode acontecer de determinadas seguradoras, em certos seguros vendidos por elas, excluírem os seguintes danos:

* Enchentes / Enxurradas;

* Temporais;

* Ventanias;

* Granizo;

* Terremoto;

* Queda de árvore;

* Desabamento de edifício;

* Queda de algum objeto quando o veículo em questão estiver estacionado.


Atenção com a apólice

Procure ficar bastante atento aos danos que o seguro não cobre. Leia com calma a apólice do seguro e caso deseje algumas coberturas a mais, efetue os cálculos necessários para saber quanto isso eleva o valor do seu seguro. Vale a pena também procurar por opções de seguro que envolvam a cobertura de desastres naturais, conforme foi citado no tópico anterior. Seu carro ficará mais protegido e você mais tranquilo.